O FÓRUM

O Fórum de Finanças Sociais e Negócios de Impacto que acontece em Brasília no dia 02 de Outubro é uma iniciativa do Impact Hub, do Instituto Sabin e da Anprotec, e tem como objetivo fomentar, educar e ampliar a visão do empreendedorismo de finanças sociais e de impacto na região centro-oeste.

 
Público-alvo
Investidores, empreendedores, gestores de aceleradoras, incubadoras, fundações, organizações da sociedade civil, acadêmicos, consultores, formuladores de políticas públicas e outros atores relevantes para a construção do ecossistema favorável ao empreendedorismo e os investimentos com impacto socioambiental.
 
Objetivos 
Conscientizar: Ampliar a discussão de modelos de negócios que podem resolver problemas sociais, gerar impacto e ter performance financeira
Fortalecer o ecossistema: Catalisar e conectar os agentes do ecossistema local com intuito de reconhecimento e união para desenvolvimento do movimento de negócios de impacto, para fortalecer a rede a nível nacional.
Inspirar: Apresentar modelos e negócios para engajar agentes regionais para também fazer parte deste movimento transformador.
 
Essa é uma ótima oportunidade desta temática ser abordada na Capital Federal, onde possui vários agentes e atores relevantes a nível federal que poderão se conectar, engajar e se envolver ainda mais na causa.

Release

Empreendedores buscam formas de ganhar dinheiro “fazendo algo em que acreditam”

Existem mais de 800 negócios de impacto social no Brasil, que é um dos primeiros países a ter uma legislação específica. Educação e tecnologia verde são os principais segmentos

Atualmente, não há como falar sobre empreendedorismo sem mencionar os negócios de impacto social. No entanto, no Brasil, apesar da crescente popularização do movimento, ainda há muitas dúvidas. O 1º Mapeamento Brasileiro de Negócios de Impacto Socioambiental (2017), realizado pela Pipe.Social, levantou as áreas de atuação de 579 empreendimentos de impacto social. A maior parte deles (38%) é voltada para a área de educação, 23% são de iniciativa verde, 12% de cidadania, 10% saúde, 9% finanças sociais e 8% de cidades.

O objetivo dos negócios de impacto social é gerar lucro ao mesmo tempo em que resolvem problemas sociais e melhoram a qualidade de vida da população. Desses empreendimentos, 70% já estão formalizados e 79% já captam investimentos. Pouco mais de 1/3 ainda não teve faturamento no último ano, enquanto 5% já faturaram mais de R$ 1 milhão no mesmo período. O setor atrai cada vez mais pessoas interessadas em “ganhar dinheiro fazendo algo em que acreditam”.

Exemplo disso está na Muove Brasil, uma empresa que auxilia organizações e governos municipais a melhorarem a qualidade de vida das pessoas nos municípios brasileiros. A Muove Brasil já atuou em mais de 400 municípios de 20 estados em todas regiões brasileiras e já ajudou grandes corporações.

Outro exemplo é o projeto Litro de Luz, organização internacional que que já impactou diretamente mais de 10 mil pessoas no Brasil. O negócio de impacto social leva energia a moradores de comunidades locais que não possuem acesso à energia elétrica ou que vivem sem luz em suas casas. A ideia foi desenvolvida com uma tecnologia simples, econômica e ecologicamente sustentável, composta por garrafas plásticas, painéis solares e lâmpadas LED.

O setor tem movimentado cerca de US$ 60 bilhões em nível global e foi registrado um aumento de 7% ao ano, segundo a Ande Brasil (Aspen Network of Development Entrepreneurs), uma rede de empreendedores de países em desenvolvimento. O Brasil é um dos primeiros países a implementar uma legislação sobre o tema. A Secretaria de Inovação e Novos Negócios do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços coordena a Estratégia Nacional de Investimentos e Negócios de Impacto (ENIMPACTO), em articulação com outros órgãos do governo, do setor privado, da comunidade científica e acadêmica e da sociedade civil.

Fórum

Entretanto, a maioria das pessoas que querem empreender com propósito, muitas vezes, não sabe por onde começar ou mesmo como conseguir apoio para tornar seu projeto real. Com o objetivo de apresentar esses novos modelos e conectar agentes do ecossistema local, a Impact Hub promoverá a primeira edição regional em Brasília do Fórum de Finanças Sociais e Negócios de Impacto. O evento ocorrerá no dia 2 de outubro no Espaço Caixa Cultural.

O evento, que já teve três edições em São Paulo (2014, 2016 e 2018), com cerca de 2,3 mil participantes, terá como tema central “O alinhamento e engajamento da temática em todos os ecossistemas de Brasília”, e promoverá o debate sobre como setores tradicionais estão incluindo na agenda os negócios de impacto social. Além disso, serão apresentadas iniciativas nacionais e estratégias para o avanço do setor, que é formado por investidores, empreendedores, gestores públicos, acadêmicos, aceleradoras, incubadoras, estudantes e líderes de grandes empresas.

Entre os palestrantes convidados estão Sheila Oliveira, da Anprotec; Deise Nicoletto, da Impact Hub; Fábio Deboni, do Instituto Sabin; Beto Scretas, do ICE; Lucas Maciel, do MDIC (Enimpacto); Gilberto Ribeiro, da VOX Capital; Heloisa Menezes, do Sebrae Nacional; Didier Trebucq, Diretor PNUD no Brasil; Alexandre Alves, da Inseed Investimentos; André Araújo, do Porto Digital; Pablo Handl, da Impact Hub; Gustavo Fuga, da 4you2; Matheus Cardoso, da Moradigna, Saulo Porto, da Dado Capital, Emiliano Graziano da BASF, Luiz Gustavo Ferreira, CEO da ABDI e outros. Saiba mais sobre os convidados

O Fórum terá, paralelamente, uma exposição de protótipos negócios de impacto no prédio do Átrio gratuito e aberto ao público; além disso irão acontecer rodas de conversas em paralelos com foco para empreendedores do DF.

Dados interessantes sobre negócios de impacto social no Brasil

  •         Áreas de concentração:

o   Educação:38%

o   Tecnologias verdes:23%

o   Cidadania:12%

o   Saúde:10%

o   Finanças sociais: 9%

o   Cidades: 8%

  •         Gênero dos fundadores:

o   58% têm apenas homens como fundadores

o   20% têm apenas mulheres como fundadoras

  •         Perfil dos negócios:

o   40% têm menos de três anos de fundação

o   70% já estão formalizados

o   90% têm equipe própria com mais de dois funcionários

o   19% têm equipe própria acima de dez funcionários

  •         Financeiro

o   79% estão captando investimentos

  •  Destes, 38% até R$ 200 mil; 33% de R$ 200 mil a R$ 1 milhão e 23% mais de R$ 1 milhão

o   35% ainda não faturaram

o   31% faturaram até R$ 100 mil no último ano

o   6% faturaram entre R$ 501 mil e R$ 1 milhão no último ano

o   5% faturaram entre R$ 1,1 milhão e R$ 2 milhões no último ano

Impact Hub

A Impact Hub é um “hub” de causas. Uma iniciativa aglutinadora de agentes de transformação. A organização promove conexões entre pessoas, marcas e entidades que querem participar e apoiar causas de impacto que ajudem a transformar positivamente o Brasil e o mundo.

Serviço

Fórum de Finanças Sociais e Negócios de Impacto em Brasília

Data: 2 de outubro de 2018

Horário: 8h às 19h

Local: Espaço Caixa Cultural – Sbs Lotes 3/4, SBS Q. 4 – Asa Sul, Brasília, DF

Informações: https://www.sympla.com.br/forum-de-financas-sociais-e-negocios-de-impacto-em-brasilia__334199

Faça sua inscrição.